Apresentação, tema e eixos temáticos

Cartaz Congresso Cristianismo Contemporâneo-02

II Congresso em Lisboa, em 2021

Numa época em que o regresso da fé está a mudar o mundo, e simultaneamente, se registam fenómenos religiosos de ruptura com a paz entre os povos, a convivência entre as religiões, a tolerância e os direitos humanos, a Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT) decidiu criar em tempo o Instituto de Cristianismo Contemporâneo (ICC), integrado na área de Ciência das Religiões.

O ICC tem vindo a desenvolver trabalho académico através de diversos instrumentos de acção, como Jornadas, ciclos de conferências, seminários e debates centrados em temáticas relacionadas com o cristianismo contemporâneo, mas também formações e cursos conferentes de grau ou não, que impliquem o desenvolvimento duma cultura da diferença, da criatividade e do desenvolvimento global, e a publicação de artigos científicos na “Revista Lusófona de Ciência das Religiões”.

Nesta sequência, de 19 a 22 de Maio de 2021 iremos realizar em Lisboa o II Congresso Internacional de Cristianismo Contemporâneo, dedicado à temática “Antigas questões, novos desafios”, que se destina a incentivar a investigação científica e sua partilha de resultados na área da religião e espiritualidade cristã, na especificidade dos vários ramos da fé e vivências, assim como no âmbito da sua relação com outras experiências e expressões religiosas.

Este congresso é de natureza estritamente académica e não confessional.

Tema: “Antigas questões, novos desafios”

 

Eixos temáticos

Eixo Temático nº. 1 – Desafios teológicos contemporâneos

A contemporaneidade tem vindo a apresentar novos desafios à fé cristã, tanto do ponto de vista doutrinário e conceptual como da praxis religiosa, num mundo em profunda e acelerada mudança. É o caso da perda de identidade religiosa, da igualdade de género, da justiça social ou da ética e dos conflitos de valores, entre outras temáticas prementes que suscitam reflexão e investigação.

Eixo Temático nº. 2 – Fé e Cultura

A Modernidade estabeleceu a Razão como guia privilegiado no processo de desenvolvimento humano, interpelando os não crentes a um posicionamento que, apesar de tudo, não pode ignorar a dinâmica das religiões, e os crentes a uma gestão delicada nos confrontos quotidianos entre Fé e Cultura. Compreender de que modo ambas as dimensões coexistem e se interpenetram é um desafio para os investigadores.

Eixo Temático nº. 3 – Diálogos interconfessionais e inter-religiosos

Numa época em que o regresso da Fé está a mudar o mundo, e simultaneamente, se registam fenómenos religiosos de ruptura com a paz entre os povos, a convivência entre as religiões, a tolerância e os direitos humanos, as confissões cristãs e as religiões do mundo, em geral estão desafiadas a assumir um papel proactivo e pedagógico, em particular no âmbito da partilha das cosmovisões, na promoção da dignidade humana e na defesa da liberdade religiosa.

Eixo Temático nº. 4 – Cristianismo, Democracia e Sociedade Civil

A expressão da fé cristã confronta-se hoje com o exercício da cidadania em sociedades democráticas e não-democráticas, com resultados diferentes. Até que ponto a religião pode colidir com a coisa pública, ou em que medida a sociedade poderá inibir os crentes de viverem a sua fé em plena liberdade?

Eixo Temático nº. 5 – Tradição e dogmática face aos textos bíblicos

As questões exegéticas e hermenêuticas sempre estiveram presentes no universo cristão, sendo fonte de cismas e divisões confessionais recorrentes na história da Fé. Algumas dessas controvérsias foram esquecidas, outras mantêm-se na ordem do dia e surgem ainda outras que decorrem dos novos desafios da vida contemporânea, e sobre as quais importa reflectir.

Eixo Temático nº. 6 – Da ecologia à ecoteologia

A fé cristã não deve nem pode ficar indiferente aos desafios que a Humanidade enfrenta face à emergência climática. Há que encontrar sentido e respostas no património do cristianismo em diálogo com outras cosmovisões.

 

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑